Sínodo Mato Grosso



Rua Alberto Velho Moreira , 48 - Bandeirantes
CEP 78010-180 - Cuiabá /MT - Brasil
Telefone(s): (65) 9846-83271 | (65) 9840-66020 | (65) 9846-83271
sinodomt@outlook.com
ID: 10

Romanos 8.14-17 - Domingo de Pentecostes - 05/06/2022

Caderno de Cultos 2022 - Sínodo Mato Grosso

05/06/2022

 

05/06/2022 – Domingo de Pentecostes

Texto de Prédica: Romanos 8.14-17

Leituras: Gênesis 11.1-9; João 14.8-17 (25-27)

Ministro Candidato Paulo Maurício de Oliveira.

PPHM na Paróquia de Matupá – MT 

    

LITURGIA DE ABERTURA 

ACOLHIDA

Bom dia, boa tarde, boa noite. Estamos reunidos neste domingo de pentecostes, para celebrarmos culto ao nosso Deus. Esse Deus que nos ama, nos cuida, nos conduz todos os dias de nossas vidas. Mas vocês sabem o que é pentecostes? Após a sua ressurreição, Jesus permaneceu quarenta dias na terra, revelando-se aos seus discípulos como o vencedor sobre a morte, confortando-os e instruindo-os. Então, Jesus foi elevado aos céus. Mas, ainda que já não estivesse mais fisicamente com os seus seguidores, Jesus, cinquenta dias após a Páscoa, enviou sobre os apóstolos o Espírito Santo, conferindo a eles força, coragem e capacidade para serem suas testemunhas (Atos 2.1-13). A este episódio, dá-se o nome de Pentecostes. É o nascedouro da Igreja, pois através do testemunho dos discípulos, muitas pessoas vieram a crer em Cristo e a formar comunidades cristãs. Assim, Pentecostes é uma data carregada de significado para nós, cristãos, e deveria ser comemorada com a mesma intensidade com que festejamos o Natal ou a Páscoa. É o aniversário da Igreja, e o dia em que, tomados pelo Espírito Santo, renovamos o nosso propósito de sermos testemunhas do amor de Deus revelado em Jesus. Ser testemunha de Cristo é compartilhar com os outros, em palavras e ações, o que Deus tem feito por nós, e o que ele nos tem prometido: a salvação e a vida eterna.

Acolher os/as visitantes

CANTO DE ENTRADA

Nº - LCI 577 – Qual barco singra pelo mar

Ou: Nº ____________________________________________________ 

SAUDAÇÃO

Nós estamos reunidos neste culto em nome do trino Deus que é Pai, Filho e Espírito Santo. Pai que ama, cuida e ama. Filho que é nosso Salvador, que nos ensinou a amar e dar sequencia em sua missão e Espírito Santo que é consolador, que nos anima e nos dá a fé para crer.

 

CANTOS DE INVOCAÇÃO

Nº - LCI 36 – Se sofrimento te causei, Senhor

 

Ou: Nº ____________________________________________________

 

CONFISSÃO DE PECADOS

8 Se dissermos que não temos pecado nenhum, a nós mesmos nos enganamos, e a verdade não está em nós. 9 Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça. 10 Se dissermos que não temos cometido pecado, fazemo-lo mentiroso, e a sua palavra não está em nós (1 João 1.8-10)

(Oração silenciosa)

Querido Deus, hoje nós nos achegamos a ti como os corações humildes para confessarmos nossos erros, nossos pecados.

Senhor, confessamos que pecamos diariamente e muitas vezes não seguimos o que o Senhor nos ensina nas Sagradas Escrituras.

Confessamos que constantemente pecamos em pensamentos, quando a ira toma conta dos nossos pensamentos e infelizmente desejamos o mal dos nossos irmãos e irmãs na fé. Confessamos que pecamos em palavras, quando ao invés de entregarmos boas palavras a todas as pessoas, entregamos palavras de desprezo. Confessamos que pecamos em ações, quando não estendemos as mãos para as pessoas que tanto sofrem no mundo, quando optamos em seguir os caminhos mais fáceis e não o correto, acabando nos afastando de ti.

Confessamos que pecamos de diversas formas, mas clamamos a ti pelo teu perdão.

Deus da paz, ouve nossa oração, atende nossas suplicas. Esteja conosco todos os dias de nossas vidas e afasta o pecado de nós. Por Jesus Cristo, nosso Senhor e Salvador. Amém.

 

ANÚNCIO DO PERDÃO

Deus não nos ama por pouco tempo, Deus nos ama o tempo todo e para sempre. Sabendo disso, desse amor que Deus tem por toda a sua criação, nós nos alegramos, pois o seu perdão vem até nós. Para aquelas pessoas que confessaram os seus pecados com humildade e sinceridade, eu anuncio para todos e todas vocês: os seus pecados estão perdoados em nome do trino Deus que é Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

 

KYRIE

Toda a criação de Deus tem importância, todas as vidas importam, todas as pessoas são imagem e semelhança de Deus e é papel de todo Cristão e de toda Cristã é acolher, ouvir, orar, dar força, amparar, cuidar das pessoas que por algum motivo sofrem nesse mundo grande de Deus.

Queremos em nossas suplicas lembrar dos irmãos e das irmãs que sofrem. Por isso, entregamos nas mãos de Deus todas as pessoas cantando:

 

CÂNTICO INTERMEDIÁRIO

Nº - LCI 56 – Pelas dores deste mundo.

 

GLÓRIA IN EXCELSIS

Louvado seja nosso Deus que está conosco todos os dias de nossa vida. Nossa força vem de Deus e ele nos cuida. Seu amor não dura um dia, seu amor dura para sempre. Louvemos a Deus, louvemos ao nosso Criador. Deus é bom o dia todo e o tempo inteiro. Louvemos a Deus cantando:

 

CÂNTICO INTERMEDIÁRIO:

Nº - LCI 70 – Glória, glória, glória a Deus nas alturas.

ORAÇÃO DO DIA

Amado deus, grandiosos são os teus feitos, grandiosos é o teu amor com a tua criação. Nos reunimos nessa igreja, que é tua morada para adorar a ti, pai! Queremos elevar nossos corações a ti para agradecer por esse dia, agradecer por tu nunca nos desamparar, por proteger a quem amamos. Pai, tu nos conheces, sabe que somos pecadores e mesmo assim tu ages em prol de nós. Pedimos a ti amado deus que tu sejas a luz no nosso caminhar, para que assim seja feita a tua vontade, para que assim seja cumprida a tua missão.

Amado deus, tu sabes que os caminhos da vida guardam perigos, caminhos que nos fazem sofrer, caminhos que podem nos conduzir para lugares sombrios onde só se ouve choro, onde a dor predomina e nos parece que nunca sairemos de lá, por isso pedimos, esteja conosco, guia-nos pelos bons caminhos, guia-nos pelos caminhos de paz, afasta de nós toda dor e sofrimento.

Amado deus, que neste culto tu esteja clareando o nosso pensar, que tu hajas em nossos corações para que tua palavra penetre em nós e assim possamos compreender tudo o que o senhor tem a nos dizer.

Que o espírito santo haja na nossa vida hoje e sempre, para que assim cumpramos tudo aquilo que tu nos indicas nas sagradas escrituras.

Em nome do teu filho jesus cristo, que é nosso senhor e salvador. Amém. 

LITURGIA DA PALAVRA

 LEITURAS BÍBLICAS

1ª Leitura Bíblica: Genesis 11.1-9    

 

2ª Leitura Bíblica: João 14.8-17 (25-27)

 

3ª Leitura Bíblica: Romanos 8.14-17

 

CÂNTICO INTERMEDIÁRIO

Nº - Hinário – Título do Hino

 

PREGAÇÃO

Pregação de Romanos 8.14-17

Que a graça e a paz do nosso Senhor Jesus Cristo, o amor de Deus e comunhão do Espirito Santo estejam conosco. Amém.

Prezados irmãos e irmãs em Cristo. Estamos vivendo um tempo especial na Igreja Cristã. É tempo de pentecostes, é o tempo de lembrarmos a descida do Espírito Santo sobre os discípulos 50 dias após a Páscoa. Esse mesmo Espírito Santo que nos guia até os dias de hoje, que nos traz esperança e fé. Que nos motiva a caminharmos lado a lado e vivermos comunidade, praticarmos a diaconia e o cuidado. Por meio desse Espírito Santo nós nos tornamos filhos e filha desse Deus de amor, que nos protege e livra-nos de todo mal, esse Espírito nos permite que tenhamos uma relação de amor com Deus e que ele entre em nossas vidas e provoque mudanças.

Devemos lembrar sempre que depois de Natal e Páscoa, Pentecostes é a terceira grande festa cristã. Ela é tão importante quanto as outras duas, porque lembra a terceira pessoa da Trindade: Deus Espírito Santo. No entanto, totalmente diferente de Natal e Páscoa, em torno de Pentecostes não há alarde nenhum. Não há propaganda alguma nos meios de comunicação; as lojas não oferecem objetos específicos, em diversas formatações, como sugestão para presentes.

Talvez a tradição cristã, assim como fez com o Papai Noel e seus presentes, ou com o coelho e os ovos de chocolate, não conseguiu criar um produto de fácil colocação no mercado. Afinal, línguas de fogo, pomba ou ventos intensos e fortes dificilmente conseguem ser transformados em objetos a serem vendidos, oferecidos, dados no tempo de pentecostes.

Mas será que nós devemos lamentar por tudo isso? Eu digo que não, com força e com sinceridade. Muito pelo contrário! Não lamentamos muitas vezes o fato de que o espírito do Natal é deturpado pela total comercialização da data? Não sentimos como prejudicial para a mensagem pascal o fato de tudo girar em torno do coelho e dos ovos de chocolate? Por isso, que bom que Pentecostes ainda não foi descoberto pelo comércio.

Isso nos possibilita fazer dessa data uma verdadeira e exclusiva festa da comunidade de fé. Aproveitemos isso, fazendo do culto de Pentecostes e das demais atividades comunitárias nesses dias um motivo de reflexão e de alegria pela dádiva do Espírito Santo.

No texto do Apóstolo Paulo para os Romanos ele diz: “Porque o Espírito que vocês receberam de Deus não torna vocês escravos e não faz com que tenham medo. Pelo contrário, o Espírito torna vocês filhos de Deus; e pelo poder do Espírito dizemos com fervor a Deus: “Pai, meu Pai!” 16 O Espírito de Deus se une com o nosso espírito para afirmar que somos filhos de Deus. 17 Nós somos seus filhos, e por isso receberemos as bênçãos que ele guarda para o seu povo, e também receberemos com Cristo aquilo que Deus tem guardado para ele.”.

De acordo com o testemunho do apóstolo Paulo em Romanos 8, a nossa experiência com Deus pode e deve ser outra: o Espírito Santo de Deus foi a nós dado. E que de fato temos em Deus um Pai Amoroso a quem podemos nos dirigir como filhos queridos e filhas queridas. Como comunidade Cristão, nós celebramos o Pentecoste e testificamos que o Espírito Santo trouxe uma nova realidade relacional para as pessoas: a de sermos filhas e filhos do Deus, que é chamado de “pai querido” (Abba).

A consciência disto nos é dada através da ação do Espírito Santo, que age diariamente em nossas vidas, nos cuida, nos conduz, nos inspira, nos traz esperança e está conosco todos os dias de nossas vidas.

O Espírito Santo que vem até nós, nos traz a fé, a qual é essencial para que vivamos seguindo o que Deus nos indica nas Sagradas Escrituras. Deixar-se guiar pelo Espírito de Deus é viver defendendo a vida contra os sinais de morte. Os sinais de morte precisam ser denunciados e tipificados. Eles estão presentes na sociedade mundial e brasileira. Deixar-se guiar pelo Espírito é combater a própria omissão, como indivíduos e igreja, como obra da carne. A omissão que nos convida a silenciar, ser conivente, para “não trazer inquietação à nossa tranquilidade”. Deixar que o Espírito de Deus guie nossas ações e pensamentos é escancarar ao mundo que nos rodeia o que cremos, por que cremos e como a fé marca nossas atitudes na vida diária. A fé que marca nosso jeito de ser igreja desde a convivência interna, entre os grupos e setores da comunidade, entre lideranças, entre ministros e ministras, até o testemunho que damos diante das políticas públicas, especialmente quando elas não cumprem sua tarefa: lutar pelo bem comum.

O Espírito Santo está conosco, basta confiarmos nele e entregarmos de fato a nossa vida para que ele haja, assim, seremos guiados e praticaremos tudo o que Deus quer, tudo o que as Sagradas Escrituras nos indicam.

A graça de Deus nos alcança, que façamos de nossa vida, uma vida de discipulado, de missão, de cuidado, de diaconia, de amor, tudo isso com a força e o ânimo que vem do nosso Senhor.

Amém

HINO

Nº - LCI 541 – Os que confiam no Senhor

CONFISSÃO DE FÉ

Motivação para Confissão de fé.

Creio em Deus Pai, ...

 

CANTO PÓS CONFISSÃO (proceder motivação e o recolhimento das ofertas)

Nº - LCI 90 – Pelos prados e campinas

 

ORAÇÃO DE INTERCESSÃO

Deus do amor e da misericórdia, nos achegamos a ti com humildade para agradecer e suplicar.

Abba Pai, nós te agradecemos pois, de ti vem nossa força. De ti vem toda a proteção que temos diariamente. De ti vem nossa capacidade de superarmos atribulações que nos cercam.

Sabemos que o Senhor é nosso pastor e nada nos faltará, por isso entregamos a nossas vidas a ti para que o Senhor cuide. Entregamos a vida das pessoas de nossas famílias, das pessoas das comunidades, das pessoas que nós amamos. Te agradecemos por tua palavra que vem a nós. Sabemos que as palavras das Sagradas Escrituras são como lâmpada para nossos pés e luz para o nosso caminhar, por isso, nelas que buscamos inspiração pra nossa vida. Agradecemos a ti, por ter dado seu filho unigênito por nós, para nos salvar e mesmo sofrendo na cruz do calvário, esse mesmo filho, Jesus Cristo nos amou e ainda nos ama.

Senhor nosso Deus, no mundo a muitas pessoas que sofrem por diversas causas. A exclusão, o individualismo, o acumulo, a falta de empatia, de amor estão em todos os cantos do mundo.

Pedimos para que o Senhor olhe para a tua criação e para a tua criatura e dá nos teu amor para que possamos aprender que amar ao próximo e próxima é extremamente importante para a propagação do teu Reino aqui e agora.

Rogamos e intercedemos pelas pessoas que sofrem com doenças, que o Senhor afaste delas a dor e o sofrimento. Que o Senhor cuide das famílias que sofrem pelo luto, pela perda de quem amam, que o Senhor seja o consolo pra esses e essas. Que tua mão cuidadora esteja dando carinho, amor, alimentos, para cada pessoa que sofre. Que o Senhor esteja com as crianças que sofrem com o abandono. Que o Senhor esteja cuidando cada pessoa que sofre por conta da violência. Que o Senhor cuide das pessoas mencionadas pela comunidade (citar nomes).

Senhor, nós temos tantas coisas a falar, mas nem sempre conseguimos. Sabendo do teu grandioso amor, entregamos nossas vidas, nossas dores e alegrias para que o Senhor cuide orando aquilo que o teu filho, nosso Senhor Jesus Cristo nos ensinou:

 

 

1. Aniversariantes

2._______________________________________________________

3._______________________________________________________

4._______________________________________________________

5._______________________________________________________

6._______________________________________________________

 

PAI NOSSO

Pai nosso ...

 

LITURGIA DE DESPEDIDA

 

AVISOS

Próximo Culto: ___/___/______ às ___:___ h.

Oferta último Culto: R$ _________ - destinada para ...

______________ _________________________________________

________________________________________________________

________________________________________________________

________________________________________________________

________________________________________________________

 

BÊNÇÃO

Bênção

ENVIO

Envio

 

CANTO FINAL

Nº - LCI 321 – Tua vontade


Autor(a): PPHM Paulo Maurício de Oliveira
Âmbito: IECLB / Sinodo: Mato Grosso
Área: Ministério / Nível: Ministério - Habilitação
Área: Celebração / Nível: Celebração - Ano Eclesiástico / Subnível: Celebração - Ano Eclesiástico - Ciclo da Páscoa
Área: Celebração / Nível: Celebração - Liturgia
Natureza do Domingo: Pentecostes
Perfil do Domingo: Domingo de Pentecostes
Testamento: Novo / Livro: Romanos / Capitulo: 8 / Versículo Inicial: 14 / Versículo Final: 17
Título da publicação: Caderno de Cultos - Sínodo Mato Grosso / Ano: 2022
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 66238

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Nós não anunciamos a nós mesmos. Nós anunciamos Jesus Cristo como o Senhor.
2Coríntios 4.5
EDUCAÇÃO CRISTÃ CONTÍNUA
+

REDE DE RECURSOS
+
Deus nos conhece completamente.
2Coríntios 5.11
© Copyright 2024 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br