Advento - Natal - Epifania



ID: 2655

Mensagem da Presidência para o Natal 2019

17/12/2019

 

Mensagem da Presidência
Natal 2019

Estimadas irmãs e estimados irmãos em Jesus Cristo!

Advento: tempo de preparação, espera, expectativa. Neste período que antecede o Natal, nós refletimos sobre a vinda do Salvador e nos preparamos para a sua chegada.

Maria aguardava a vinda do Salvador, mas provavelmente não esperava ser ela a escolhida por Deus para carregá-lo em seu ventre. Quando o anjo Gabriel deu a notícia, Maria respondeu cheia de confiança: “Aqui está a serva do Senhor; que aconteça comigo o que você falou” (Lucas 1.38). Assim como tantas outras pessoas, Maria esperava que o Salvador trouxesse um tempo de paz, justiça, bem-estar. Mas o que seria da sua vida após a notícia do anjo? O que esperava por Maria e o que ela esperava? Poderia ela imaginar o Salvador nascendo em uma estrebaria? Poderia pressupor que seu filho sairia de casa para anunciar o reino de Deus? Poderia prever o que aconteceria com ele?

Maria se preparou para ser mãe e confiou em Deus, mesmo sem saber o que viria. Grávida, foi obrigada a fazer uma longa caminhada até Belém e deu à luz numa estrebaria de animais. Jesus não nasceu no conforto de berço macio, sob as luzes dos palácios. Deus escolheu uma mulher pobre para ser mãe de Seu filho. A luz do mundo nasceu na periferia. Na pobreza, nas alegrias e nas dores, Maria sabia que Deus estava com ela. Com a mãe Maria aprendemos a confiar. O que nos espera no novo ano, que em breve iniciará? Não sabemos como será, mas sabemos que Deus está e estará conosco. Esta era a confiança de Maria e esta pode ser a nossa confiança.

Jesus nasceu há mais de dois mil anos. No advento, nós nos preparamos para a sua segunda vinda. Sabemos um pouco mais do que Maria. Sabemos o que Jesus fez e o que anunciou. Ele colocou o reino de Deus em primeiro lugar e nos deu esta determinação: “busquem em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça” (Mateus 6.33). A justiça do reino de Deus estabelece princípios para agir e aguardar a segunda vinda do Salvador. Praticar o amor, a compaixão e o perdão, exercitar a equidade nas relações, promover a paz, rejeitar a violência, amparar pessoas necessitadas e defender seus direitos são exemplos. Diante disso, como nós estamos vivenciando a justiça do reino de Deus? Advento é tempo de avaliação!

No tempo de Advento e Natal, procuramos de forma especial viver em família, participar da comunidade, encontrar pessoas amigas. Nesse tempo, nossos corações estão sensíveis e dispostos a ajudar. Que a disposição e a sensibilidade permaneçam em cada dia da nossa vida. Que o abraço carinhoso que trocamos no Natal se estenda para todo o ano que está por iniciar. Não sabemos o que nos espera, mas sabemos o que Deus espera de nós. Deus espera de nós a mesma disposição de Maria para servir. Deus espera que nós vivenciemos a justiça do seu reino. Vamos fazer isto em conjunto sob a orientação do Espírito Santo.

Abençoado Natal e um ano novo de paz!

Presidência da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - IECLB

MÍDIATECA

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Devemos orar com tanto vigor como se tudo dependesse de Deus e trabalhar com tanta dedicação como se tudo dependesse de nosso esforço.
Martim Lutero
REDE DE RECURSOS
+
É a fé que nos comunica a graça justificadora. Nada nos une a Deus, senão a fé: e nada dele nos pode separar, senão a falta de fé.
Martim Lutero
© Copyright 2024 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br