João 1.29-42 - 2º Domingo Após Epifania - 15/01/2023

Caderno de Cultos 2023 - Sínodo Mato Grosso

15/01/2023

15/01/2023 - 2º Domingo Após Epifania
Prédica: João 1.29-42
Leituras bíblicas: Isaías 49.1-7 * Salmo 40.1-11 * 1 Coríntios 1.1-9
P. Volmar A. Saueressig – Sinop - MT

LITURGIA DE ABERTURA

ACOLHIDA
Sejam todos e todas bem-vindos/as a este culto. Estamos no segundo domingo após Epifania. E, na Epifania, nós celebramos a manifestação de Deus no mundo, através de seu filho, Jesus Cristo. Nosso desejo é que todos sintam-se bem, sintam-se acolhidos, e que esse tempo de comunhão, louvor e adoração, nos anime e nos fortaleça para vivermos a nossa fé no dia a dia.
Acolher os/as visitantes.

CANTO DE ENTRADA
13 LCI – Deus Está Presente
Ou: Nº ____________________________________________________

SAUDAÇÃO
Saúdo a todos e todas com o lema das Senhas Diárias para esta nova semana que hoje se inicia, de Isaías 49.3: “O Senhor me disse: Israel, você é o meu servo, e por meio de você serei glorificado” (Isaías 49.3). Que eu e você possamos glorificar a Deus através de nossas vidas e do nosso testemunho. Amém!

CANTOS DE INVOCAÇÃO
614 LCI – Em Nada Ponho a Minha Fé
Ou: Nº ____________________________________________________

CONFISSÃO DE PECADOS
Amados(as) do Senhor! O Salmista já dizia: “Enquanto calei os meus pecados, envelheceram os meus ossos pelos meus constantes gemidos todo o dia. Porque a tua mão pesava dia e noite sobre mim, e o meu vigor secou como no calor do verão. Confessei-te o meu pecado e a minha iniquidade não mais ocultei. Eu disse: “Confessarei ao SENHOR as minhas transgressões”; e tu perdoaste a iniquidade do meu pecado” (Sl 32.3-5).
Portanto, não precisamos carregar sobre nós o fardo do pecado, mas podemos depositá-lo aos pés de Cristo. Convido aqueles que podem, a se colocarem de pé. Oremos: “Querido Deus e Pai! Obrigado por não sermos obrigados a carregarmos o fardo de nossos pecados. Obrigado que, em Jesus, podemos ter o perdão dos mesmos. Pai! Tu conhece a nossa vida. Sabe onde erramos; sabe onde deixamos de fazer a tua vontade. Chegamos humildemente em tua presença para te pedir perdão. Perdão por todas as vezes que não ouvimos a tua vóz; perdão por todas as vezes que não permitimos que a tua palavra fosse uma luz para a nossa vida, e ao andarmos na escuridão tropeçamos, caímos, nos machucamos. Perdão também, quando temos falhado no mandamento do amor. Ajuda-nos a vivermos conforme a tua palavra. E, que nossa vida, reflita o teu amor. Amém!

ANÚNCIO DO PERDÃO
A Palavra que anuncia a graça e o perdão de Deus para nós, está registrada no Salmo 32.5: “Confessarei ao SENHOR as minhas transgressões”; e tu perdoaste a iniquidade do meu pecado”.

KYRIE
No mundo em que vivemos há muito sofrimento. Nesse momento, vamos voltar nossos pensamentos, nossos corações para além daqueles/as que estão a nossa volta. No mundo, há muitas pessoas sofrendo, talvez por causa de uma enfermidade, ou, por causa da discriminação. Há muitas pessoas sofrendo pelo fato de serem teus seguidores. Assim sendo, como comunidade Cristã, clamemos a Deus, cantando:
Nº 56 LCI – Pelas Dores Deste Mundo o Senhor!

GLÓRIA IN EXCELSIS
Deus em sua infinita misericórdia nos dá o seu o perdão através Jesus Cristo, e ouve o clamor de seu povo e responde em seu tempo, sarando, consolando e animando. Assim sendo, demos glórias ao nosso Deus, cantando: 69 LCI – Povos da Terra.

ORAÇÃO DO DIA
Querido e Bondoso Deus! Agradecemos pela tua presença em nosso meio. Agradecemos por esse momento de culto. E agora, quando vamos ouvir a tua palavra, pedimos: abra nossos ouvidos, mentes e corações, para que possamos ouvir o que tu queres falar a nós através de tua palavra que será lida e explicada. Que o teu Santo Espírito nos envolva e fortaleça a nossa fé, para que possamos praticar os teus ensinamentos no dia a dia. Oramos em o nome de Jesus. Amém!

LITURGIA DA PALAVRA
LEITURAS BÍBLICAS
1ª Leitura Bíblica: Isaías 49.1-7

2ª Leitura Bíblica: Salmo 40.1-11

3ª Leitura Bíblica: 1 Coríntios 1.1-9

CÂNTICO INTERMEDIÁRIO
152 LCI – Pela Palavra de Deus

PREGAÇÃO


JESUS – O CORDEIRO DE DEUS


Amados(as) do Senhor! O texto previsto para ese domingo começa com uma afirmação bem interessante, feita por João Batista: “Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo!” Vamos ler esse texto:
“29No dia seguinte, vendo que Jesus vinha em sua direção, João disse: - Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo! 30Este é aquele a respeito de quem eu falava, quando disse: “Depois de mim vem um homem que é mais importante do que eu, porque já existia antes de mim.” 31Eu mesmo não o conhecia, mas vim batizando com água a fim de que ele fosse manifestado a Israel.
32E João testemunhou, dizendo: - Vi o Espírito descer do céu como pomba e pousar sobre ele. 33Eu não o conhecia; aquele, porém, que me enviou a batizar com água me disse: “Aquele sobre quem você vir descer e pousar o Espírito, esse é o que batiza com o Espírito Santo.” 34Pois eu mesmo vi e dou testemunho de que ele é o Filho de Deus.
35No dia seguinte, João estava outra vez na companhia de dois dos seus discípulos 36e, vendo Jesus passar, disse: - Eis o Cordeiro de Deus!
37Os dois discípulos, ouvindo-o dizer isso, seguiram Jesus. 38E Jesus, voltando-se e vendo que o seguiam, disse-lhes: - O que vocês estão procurando?
Eles disseram: - Rabi (que quer dizer “Mestre”), onde o senhor mora?
39Jesus respondeu: -Venham ver!
Então eles foram, viram onde Jesus estava morando e ficaram com ele aquele dia. Eram mais ou menos quatro horas da tarde.
40André, o irmão de Simão Pedro, era um dos dois que tinham ouvido o testemunho de João e seguido Jesus. 41Ele encontrou primeiro o seu próprio irmão, Simão, a quem disse: - Achamos o Messias! (“Messias” quer dizer “Cristo”.)
42E o levou a Jesus. Jesus olhou para ele e disse: - Você é Simão, filho de João, mas agora será chamado Cefas. (“Cefas” quer dizer “Pedro”.)”
Creio que todos nós já lemos e/ou ouvimos esse versículo várias vezes. Mas, será que nós de fato entendemos o seu significado?
Amado(a) do Senhor! Você sabe o que é um cordeiro? O cordeiro é o filhote do carneiro até um ano de idade.
Por que, Jesus foi comparado a um cordeiro? João Batista usou essa comparação, porque o cordeiro, sem defeito, era o animal usado como sacrificio a Deus, para que uma família recebesse o pedão dos pecados cometidos no último ano.
Mas, para nós, que vivemos em pleno século XXI, essas palavras soam estranhas. Primeiro, porque nós não precisamos realizar nenhum sacrificio; segundo, porque são poucas as pessoas em nosso meio, que criam cordeiros e/ou já os viram de perto. Mas, em se tratando de Jesus, quem de nós não gostaria de vê-lo? Na realidade, poucas pessoas o viram; e a grande maioria destas pessoas, mesmo vendo a ele, não vieram a crer nele. Antes, pelo contrário, se escandalizaram com suas palavras e atitudes, e tramaram a sua morte. No entanto, o mal que tramaram a Jesus, Deus transformou em bem, pois é através de suas pisaduras que nós fomos sarados; é através de sua morte que eu e você podemos receber o perdão, a vida e a salvação.
O Cordeiro de Deus foi muito esperado. Por centenas e milhares de anos, os pais contaram a seus filhos histórias a respeito daquele que viria para salvar o seu povo, para libertá-los de toda opressão e de todo o sofrimento. O Natal acabou de passar. E com ele, fomos lembrados de que o Salvador prometido, veio a esse mundo na forma de uma criança, humilde, deitada sobre uma manjedoura.
Ao lermos o Evangelho de João, capítulo 1, ficamos sabendo que esse cordeiro de Deus, já existia, antes mesmo do mundo ser criado. Alías, tudo foi feito por seu intermédio. Tudo o que existe, foi feito através dele e para ele. Toda a natureza louva ao Senhor.
Lá na região de Israel, há 2.000 anos atrás, não era estranho falar em cordeiro. Todos sabiam muito bem o que era um cordeiro. Haviam muitos criadores de cordeiros. Caminhando pelas estradas, ou olhando para fora da janela, cordeiros podiam ser avistados.
Mas, quando João Batista fala a respeito do Cordeiro de Deus, as pessoas ficam confusas! Onde está esse cordeiro? Há muitos cordeiros pastando nos campos! Mas, eles são tão indefesos. Eles não teriam condições de tirar o pecado do mundo; muito menos, teriam condições de terem criado esse mundo e tudo o que nele há.
Por outro lado, não achamos estranho se viéssemos a ouvir nos noticiários que houve um novo confronto entre duas facções rivais, resultando na morte de várias pessoas; ou que aconteceu mais um acidente fatal na BR 163 resultando em várias vítimas fatais... Estamos tão acostumados com notícias desse tipo, que não achamos estranho. Na verdade, este é o natural do ser humano. Desde a entrada do pecado no mundo, vemos a maldade se multiplicando, e vemos o amor esfriando, ...
Eis o cordeiro de Deus... Amado(a) do Senhor! Foi por nos amar tanto, que Deus enviou a nós o seu único filho; foi por nos amar tanto, que Deus não se importou de dar a sua vida em resgate de muitos. Mas, como podemos conhecer melhor esse cordeiro, que veio a esse mundo, com o propósito de nos salvar e nos dar um novo sentido à nossa vida?
João Batista foi enviado por Deus com o objetivo de preparar o caminho do Senhor. Ele sabia que o salvador estava chegando. Mas ele próprio não conhecia o Salvador. No entanto, o que ele sabia, bastava. Pois, ele sabia que o Cordeiro que Deus estaria enviando era o seu salvador; e, que os seus pecados, seriam totalmente perdoados! E foi esta certeza que deu a ele força e ânimo para cumprir com a sua missão, de preparar o caminho do Senhor, chamando as pessoas ao arrependimento, anunciando que o Reino de Deus está próximo, e batizando a todos que se arrependiam de seus pecados.
João Batista não havia visto o cordeiro de Deus; nem imaginava como seria a sua aparência. Mas, uma certeza ele tinha: Na hora certa, Deus iria revelar o cordeiro que ele tanto esperava e anunciava. E, finalmente, esse dia chegou. Era um dia como todos os demais. Ele estava lá no deserto, batizando as pessoas no rio Jordão, assim como fazia todos os dias, quando, de repente, ele viu uma pomba pousar sobre Jesus. Seus olhos se encheram de alegria, pois, naquele momento, Deus estava revelando a ele o Salvador, que é Cristo, o Senhor!
Eis o Cordeiro de Deus... Amado(a) do Senhor! Você não precisa mais procurar por um salvador. Porque Ele já veio. Seu nome é Jesus Cristo. E neste momento ele está estendendo a sua mão para ti, e está te convidando: “Vinde a mim, você que está cansado e sobrecarregado, e eu te darei o descanso que você necessita”.
E esse Deus que já viveu entre nós, promete na sua palavra que um dia irá voltar. E nesse dia, todo joelho se dobrará em sua presença, e toda língua confessará que Jesus Cristo é o Senhor. Mas, enquanto esse dia não chegar, eu e você recebemos a incumbência de sermos testemunhas de Jesus, em casa, no trabalho, na escola, no círculo de amigos, enfim, aonde quer que andarmos. Não perca a oportunidade de falar às pessoas à tua volta a respeito do Cordeiro de Deus, que está sempre ao nosso lado, em toda e qualquer situação. Esta promessa se encontra registrada no livro de Mateus (no capítulo 28, versículo20).
O Cordeiro de Deus oferece para mim e para ti, uma nova vida. “E, assim, se alguém está em Cristo, é nova criatura; as coisas antigas já passaram; eis que se fizeram novas” (2 Coríntios 5.17). E uma vez que nossa vida é transformada por Cristo, nosso desejo será servi-lo; e também, anunciar a todos que “o Cordeiro de Deus está entre nós”. E nossa oração será: “Pai! Derrame sobre nós os teus dons, para que possamos usá-los para te servir e testemunhar de ti. Enche o nosso coração de alegria no serviço do teu reino. Não permita que nada e ninguém nos impeça de fazermos a tua vontade, afinal, o Cordeiro de Deus está aí, ao nosso alcance. Amém!” E dá-nos também a alegria de sermos tuas testemunhas.
“Onde podemos encontrar o Cordeiro de Deus? A resposta é: Na sua Palavra. Eu não estaria hoje aqui, se há muitos anos atrás a Palavra de Deus não tivesse me alcançado e transformado a minha vida; também não estaria aqui, como ministro ordenado desta Igreja – a IECLB – Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil, se Deus não tivesse tocado o coração dos professores de teologia, que dedicam seu tempo e seus dons para formar novos ministros. E, eu não estaria aqui, se primeiro o Evangelho não tivesse me convencido de que o Cordeiro de Deus vive e está em nosso meio; e que ele jamais nos deixará sós. Amém!

HINO
639 LCI – Desperta em nós o teu chamado

CONFISSÃO DE FÉ
Confiantes no Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo e que nos convida a descansar em seus braços, confessemos a nossa fé, através da palavras do Credo Apostólico: Creio em Deus Pai...
Creio em Deus Pai, ...

CANTO PÓS CONFISSÃO (proceder motivação e o recolhimento das ofertas)
564 LCI – Abre nossos olhos

ORAÇÃO DE INTERCESSÃO
Motivos de Oração:
1. Aniversariantes
2._______________________________________________________
3._______________________________________________________
4._______________________________________________________
5._______________________________________________________
6._______________________________________________________
Querido Deus e Pai! Tu ouviste cada um de nossos pedidos. Como e bom saber que tu és um Deus que se importa conosco; um Deus que ouve nossa oração e responde a cada um de nossos pedidos. Confiamos as pessoas citadas em tuas mãos; rogamos também por todos aqueles a aquelas que se encontram enfermos, hospitalizados... Confiamos a todos em tuas mãos, pois cremos que tu nos amas e queres sempre o melhor para teus filhos e tuas filhas. Intercedemos também (incluir a IECLB, nosso sínodo, nossas paróquias e comunidades; incluir também as autoridades federais, estaduais e municipais, ...).
Tudo o mais que teríamos a pedir e agradecer, resumimos através da oração que o teu filho nos ensinou a orar, quando disse: Pai Nosso...
PAI NOSSO

LITURGIA DE DESPEDIDA

AVISOS
Próximo Culto: ___/___/______ às ___:___ h.
Oferta último Culto: R$ _________ - destinada para ...
______________ _________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

BÊNÇÃO
Que Deus te abençoe te guarde, que Deus faça resplandecer o seu rosto sobre ti e tenha misericórdia de ti, que o Senhor sobre ti levante o seu rosto e te de a paz. Amém.

ENVIO
Sigamos em paz e sirvamos ao Senhor com gratidão e com alegria. Amém!

CANTO FINAL
286 LCI – Deus te abençoe.

 


 


Autor(a): Pastor Volmar Saueressig
Âmbito: IECLB / Sinodo: Mato Grosso
Área: Celebração / Nível: Celebração - Ano Eclesiástico / Subnível: Celebração - Ano Eclesiástico - Ciclo do Natal
Natureza do Domingo: Epifania
Perfil do Domingo: 2º Domingo após Epifania
Testamento: Novo / Livro: João / Capitulo: 1 / Versículo Inicial: 29 / Versículo Final: 42
Título da publicação: Caderno de Cultos - Sínodo Mato Grosso / Ano: 2023
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 69145
REDE DE RECURSOS
+
Que cada um dê a sua oferta conforme resolveu no seu coração.
2Coríntios 9.7
© Copyright 2024 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br