Educação Cristã Contínua



ID: 2661

Meditar sobre o Natal - Celebração de Natal

Celebração com Crianças

01/12/2014

MEDITAR SOBRE O NATAL

CELEBRAÇÃO DE NATAL

1. Saudação e invocação

Alegramo-nos com a presença de vocês. Realizamos esta celebração em nome de Deus, nosso Criador; de Jesus, nosso Salvador; e do Espirito Santo, nosso Guia. Amém.

2. Canto

É preciso parar (cancioneiro Uma canção de esperança, nº.114)

3. Oração:

Amado Deus, agradecemos-te porque tens estado conosco, dia após dia, acompanhando nossos passos e nos orientando nas horas Queremos pedir perdão por não dedicarmos tempo para ti e para as pessoas com quem vivemos. Ajuda-nos a dedicar tempo para cuidar das pessoas e de tudo o que criaste neste mundo. Fica conosco, em nome de Jesus, amém.

3. Narração

(Ler a história da primeira página desse número: A vaquinha do presépio)

4. Jogral

Passa depressa o povo agitado, comprando presentes em liquidação.
Passa depressa o carro polícia com metralhadoras: Natal do ladrão.
Passa depressa o preço que indica que fica mais caro o Natal inflação.
Passa depressa o pobre salário do pobre operário: Natal decepção.
Passa depressa a canção natalina, a luz que ilumina o Natal atração.
Passa depressa essa gente demente que já não mais sente sua lo(u)comoção.
Passa depressa a breve notícia na vida fictícia em que morre a nação.
Passa depressa em rádios, revistas, jornais e manchetes de televisão.
Nasce Jesus num humilde porão.
Num humilde porão (repete a frase e vai acalmando e silenciando).
Por que num porão?(bem calmo e tranquilo).
Porque não há tempo para ele na veloz cidade.
Em Belém faltou lugar e o mundo descobriu a solidariedade na manjedoura.
Hoje nos falta tempo e o Menino nos ensina a dimensão eterna da simplicidade.

Edson Ponick

5. Reflexão e gesto simbólico

(Convidar as pessoas para sentarem-se em duplas. Se os pais e mães estão participando ria celebração, convidar para que cada família faça um grupo. Sentar de modo que as pessoas nas duplas ou nos grupos familiares possam ver-se e tocar-se.)

O poeta fala do Natal corre-corre, do Natal das compras, do Natal da pressa e da falta de tempo para olhar, escutar e admirar.

Mas, o poeta também nos convida a pensar no Natal do silenciar e do meditar. Do silêncio que anuncia, do silêncio que se alegra, do silêncio que vê beleza em melo à simplicidade.

Que neste Natal, seja possível acalmar a pressa; e que, no silenciar, y. possamos ouvir as pessoas e celebrar com elas a simplicidade, onde é possível...

(Durante a leitura serão ditas algumas ações a serem feitas nas duplas ou grupos familiares)

a) Olhar o outro nos olhos.

b) Segurar a mão da outra pessoa.

c) Falar uma palavra de estímulo.

d) Abraçar. Nesse tempo, é passível dar as mãos para lembrar comunhão, a vontade de estar em unidade, formando comunidade que ora em conjunto.

6. Oração

Pai Nosso


Marta Nörnberg da Silva
 


AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Quisera não ter outro pensamento que este: a ressurreição aconteceu para mim!
Martim Lutero
REDE DE RECURSOS
+
Jesus Cristo diz: No mundo vocês vão sofrer, mas tenham coragem. Eu venci o mundo.
João 16.33
© Copyright 2024 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br